Uncategorized

A melhor amiga da minha Mãe

A melhor amiga da minha Mãe
Esta história é real e aconteceu comigo e com a melhor amiga da minha mãe há uns anos atrás. Na altura eu tinha 23 e ela 52.

A Lurdes sempre me excitou desde a minha adolescência, ficava radiante quando a minha mãe me dizia que ia lá a casa e colava me sempre para ir com ela.. a Lurdes era uma mulher com tudo no sitio e umas mamas que me punham teso assim que a via e me dava aqueles abraços…. dizia me que era o menino dela…batia punhetas a imaginar ela saltar em cima de mim e eu com aquelas mamas na minha boca, mal sabia eu que o meu sonho iria tornar se real uns anos depois..

Tudo aconteceu numa noite de julho, uma noite quente..na altura namorava com uma rapariga, mas era só unas quecas sem nada de muito sério,.. de vez em quando mandava lhe msgs para saber como estava.. falava mos muito por msg, ela nesta altura era viúva porque tinha perdido o companheiro ah uns anos, nesta noite fui beber café normalmente como fazia, e perto das 22h mandei lhe uma msg, se podia ir lá a casa ver o cãozinho dela.. porque sabia que tinha arranjado o cachorro bebé, ao qual me respondeu que sim, mas para não demorar porque no dia a seguir era dia de trabalho, eu fiquei admirado e em êxtase ao mesmo tempo…ia receber aquele abraço e sentir aquelas mamas contra mim, depressa me meti no carro e arranquei, 10min depois estava a tocar lhe á campainha, ela abre me a porta e subo, quando entro ela recebe me com uma camisa de botões branca e uns calções curtos de ganga…o meu pau encheu se de tesão quando viu aquele rego das mamas…um forte abraço com dois beijinhos na cara cheios de carinho como sempre foi…fomos para o sofá e lá apareceu o cãozinho, mas não conseguia para de olhar para aquelas mamas…cada vez sentia mais tesão.. depois de falarmos um pouco da vida, a conversa começava a escassear e ela foi buscar umas fotos que tinha com sítios que tinha visitado, depois de acabarem se as fotos. Nesta altura estávamos encostados um ao outro.. ela diz me.. o meu menino está tão crescido. E estava a agarrar o meu braço.. a minha vontade era arrancar lhe a roupa. Mas controlei me, estava a dar uma novela…ou uma noticia não me recordo, em que um rapaz mais novo queria fazer alguma coisa com uma mulher mais velha.. e eu digo a sorrir.. não era nada que eu nunca tivesse feito.. e ri me.. nessa altura olhamo-nos nos olhos e sorrimos. Depois olha mos para a tv novamente.. e eu olhei para ela… fiquei a espera que olha se para mim de novo…ia dar o meu passo.. tremia por todo o lado… mas não ia deixar passar.. quando ela virou a cara para mim.. os nossos olhos ficaram vidrados um no outro.. passei lhe a mão pelo rosto.. e aproximei a minha boca da dela.. ela não se mexeu, a minha boca encostou na dela, depois de um longo beijo.. e virou a cara para a tv e disse, já chega… isto não está certo, eu pus lhe a mão no queixo e virei a cara para mim…voltei a beija la, ai já com a língua…quando dei por mim a minha mão já estava em cima daquelas mamas que sempre sonhei em chupar… ela dizia me para parar porque não era correto o que estávamos a fazer.. mas já não conseguia.. estava a delirar…começo a despertar lhe a camisa enquanto a minha língua entrava na boca dela…tiro lhe a camisa e deito a em cima do sofá.. e caiu em mim que vou comer a minha fantasia…tiro lhe o soutien e vejo aquelas mamas enormes com uns mamilos grandes e duros, abocanhei aqueles mamilos como se não houvesse amanhã.. enquanto isso já as minha mãos percorriam a zona dos calções… quando os tirei vejo uma ranguinha de renda cor de rosa com o tufo a sair de lado…quase me esporrei de tesão…começo a descer e meto a minha boca por cima da tanga e já sentia o molhadinho na minha boca…tiro a tanga enquanto lhe apertava os mamilos…e vejo aquela cona com um grande tufo que não era fodida ah uns anos.. enterrei a minha língua o mais fundo que consegui.. ela gritava de prazer..eu parecia que estava noutra dimensão.. e que tudo parecia um sonho, mas não.. estava com o corpo dela á minha mercê depois de bater tantas punhetas a pensar nele.. chupei lhe aquele clitóris como se não houvesse amanha…o sabor da cona era doce…gostoso…veio se duas vezes na minha boca…nisto puxa me para cima e diz me para o meter… nem me lembrei que queria que ela me chupasse… pus lhe a cabecinha e enterrei o meu pau naquela cona cabeluda… aquela mulher gemia e gritava de prazer… lambia lhe os mamilos ao mesmo tempo e depois levei os á boca dela para ela os chupar também.. que tesão.. estava lhe a dar forte…depois trouxe para o chão sem tirar o pau.. e ela sentada em cima de mim.. começou a cavalgar.. e eu com aqueles mamilos na minha boca, depois enfiei lhe um dedo no cu…e ela só me dizia.. isto não é certo…somos doidos.. a tua mãe…quanto mais ela dizia isto mais tesão me dava.. disse lhe que me estava quase a vir.. e ela diz me para me vir dentro dela…o meu pau explode de leite naquela cona molhada enquanto lhe aperto as mamas… damos um longo beijo com língua… e peço para ela sentar a cona em cima da minha boca…ela diz me, o que? mas tenho a cheio dos teus líquidos.. e eu… sim mas faz isso por mim.. ela séptica olha para mim mas faz o que lhe pedi.. então senta a cona cabeluda em cima da minha boca, enquanto a lambo novamente e a minha boca escorre com a minha esporra e os líquidos dela, faço a vir outra vez… ela deita se ao meu lado e limpa me a boca com um papel…e ficamos ali deitados no chão abraçados e a pensar no que tinha mos feito…sem dizer uma palavra… só se ouvia os corações a bater.. normalmente nos levantamos… fomo-nos lavar e vestir….e depois de um longo beijo molhado despedimo-nos dessa noite de loucura.. sem nunca mais estarmos juntos até hoje…

Bunlar da hoşunuza gidebilir...

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir