Uncategorized

Vizinho do trabalho

Babes

Vizinho do trabalho
A minha ex trabalhava como ama de uma familia na Moita e um dia quando chegou a casa e como gostavamos muito de falar em fantasias e eu gostava de a insentivar a ir com outros homens, ela contou-me que já por 2 vezes quando ia despejar o lixo se encontrava com um senhor mais velho, vizinho lá da casa e que este lhe mandava uns piropos. Então eu disse-lhe porque é que não atirava a escada e lhe dizia na brincadeira que se ele lhe pagasse ela lhe fazia uma mamada e um belo dia aconteceu, chegou-me a casa a abanar uma nota de 50 e eu ri-me e perguntei, então o que é que foi? Ela respondeu, foi hoje, ganhei coragem e disse-lhe que se quisesse pagar ia com ele, claro que ele não se fez rogado e perguntou-lhe a que horas saía ela respondeu que saia às 17h então ele disse-lhe que estaria no carro mais à frente e que ela fosse atras dele no carro dela, assim foi, como ela vinha para para palmela ele fez um desvio para o meio de um pinhal, parou e ela foi para o carro dele, quando entrou no carro já ele tinha as calças de fato treino puxadas para baixo e pediu.lhe para o mamar, so queria mesmo uma mamada bem feita já que a mulher dele não gostava de fazer broches. A minha ex estava nas nuvens já que adora fazer uns bons broches, disse que esteve a mamar uns 10 minutos até que ele lhe encheu a boca de leite mas nem lhe viu a cor que ela engoliu tudo. No final ainda lhe pediu para lhe ver a cona e que para a proxima tb iria querer provar a coninha dela. ela disse que sim, quando quisessse e então deu-lhe uma notinha de 50 com que entrou em casa a acena-la e a rir-se .
Uma semana depois e já com mais à vontade surgiu um novo convite do vizinho dos patrões, ela claro disse logo que sim e o procedimento foi o mesmo, à hora da saida vizinho no seu carro à espera ela segui-o para o mesmo sitio e como é maior e mais confortavel ela passou para o carro dele e começando como 2 amantes, beijos molhados, uns apalpoes e então ela disse-lhe que gostava que ele a fodesse,depois de um aquecimento com a mão e depois do caralho já estar de pé ela levantou a saia e tirou a tanguinha para ele a apalpar bem e ver como ela já tinha a cona molhadinha e desejosa de um pau. Deixa-me laber-te a coninha, disse ele, ela respondeu que preferia mamar mas se ele gostava podiam por-se em 69 que ela queria-o mamar enquanto ele lhe fazia um minete, depois de uns 10 minutos daquilo ela pediu-lhe para lho meter na cona, deitou-se no banco e ele por cima enterrou-lhe o caralho na cona dizendo que ela era muito quentinha e que estava a adorar estar a fode-la, ele é um sessentão experiente mas depois de umas boas bombadas disse que já não aguentava mais, que ela era muito apertadinha para a idade e que o marido tinha muita sorte em a ter como mulher, ela rindo, respondeu-lhe que eu (marido)sabia que na semana anterior lhe tinha feito um broche e até a tinha incentivado a dar mais umas fodas com o vizinho generoso. Foi quando ele explodiu esporrando-se todo dentro dela. Um bocado atrapalhado, pediu-lhe desculpa mas ela disse que não havia problema nenhum e quando chegasse a casa iria dizer-me e que eu como gostava iria querer dar-lhe uma foda e chafurdar no leite que ele lhe tinha deixado na cona Tinha toda a razão, quando chegou a casa e como estava a chegar mais tarde que o habitual, perguntei-lhe o que se tinha passado, ela contou-me a historia que acabo de contar e assim fiz, fui chafurdar na cona dela e deixa-la ainda mais cheia de leite

Bunlar da hoşunuza gidebilir...

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir